A hora certa para trocar de carro

É hora de trocar de carro.” Você certamente já ouviu isso de muitos amigos. E de parentes também, em especial daquele cunhado, digamos, meio intrometido – que nos desculpem os cunhados. Ocorre que ele – o cunhado – pode ter razão. Boa parte dos proprietários de automóveis hesitam muito quanto ao momento certo para trocar de carro. Se houver um vínculo afetivo, então, a coisa fica ainda mais difícil. E quem não tem esse vínculo, não é mesmo?

Para ajudar você a descobrir se está na hora de substituir aquele seu amigo especial, ou seja, cortar os elos com seu carro, a gente foi pesquisar em meio a amigos e clientes as melhores dicas. Nós fizemos as perguntas mais interessantes que fazem desse momento um grande sacrifício. Ou não.

E você tiver alguma dica que não está em nossa relação, mande pra gente. Use o campo de comentários ou envie para nossos e-mails.

Separamos também em dois grupos de dicas: sobre seu carro e sobre o mercado.

Ele próprio diz a hora de trocar de carro

Talvez seu próprio carro aponte o momento certo de ser trocado.

  • Agenda mecânica

Verifique o número de visitas que você fez a seu mecânico nos últimos doze meses. Se for maior de quatro vezes… hum… bem… talvez tenha chegado a hora de procurar um modelo menos problemático.

  • Bomba de combustível

Compute o valor total gasto com combustível no último mês. Peça para seus amigos, que possuem outros modelos de carro, para fazerem o mesmo. Compare os valores.

É bem provável que a diferença comparada seja grande impulso para trocar de carro. Ou gostar ainda mais dele.

  • Hodômetro

É um dos melhores indicadores da hora certa de trocar de carro. Engenheiros mecânicos e os próprios profissionais de oficina dizem que, após dos 60 mil quilômetros rodados, os veículos começam a apresentar problemas quase em série.

Isso se dá porque as peças passaram por bom desgaste, mesmo as eventualmente substituídas por você. É certo que seu amigo vai entrar em uma espécie de depressão e mostrar que precisa de mais atenção… do seu mecânico.

  • DNA

A gente não resistiu à piadinha: DNA significa data de nascimento avançada – de fabricação, no caso de carros.

Tanto quanto o hodômetro, é importante indicativo do momento de trocar seu carro. Carros com mais de 5, 6 anos de vida útil só não causam problemas se você gastou mais do que deveria em manutenção. Bem mais do que deveria.

O mercado diz a hora de trocar de carro

E se seu carro não denunciar a hora de ser trocado, o mercado pode dar uma ajudazinha. Fique atento a ele, grande termômetro para você saber a hora de vendar ou comprar carros.

  • Desvalorização de marca

O mercado de automóveis é oscilante, até mesmo um pouco mais que outros. Algumas marcas podem sofrer desvalorização por motivos dos mais estranhos.

Na Europa, são conhecidos casos de automóveis que perderam valor de mercado porque a montadora se envolveu em algum escândalo financeiro ou social.

Mas esse mesmo mercado pode provocar …

  • … Valorização de marca …

… também por motivos dos mais estranhos. De repente, a montadora pode ser citada em grande ação social com vista à melhorias diversas.

  • Peso no bolso

De repente, aquele planejamento financeiro que você fez ao adquirir seu carro tomou outro rumo. As prestações passaram a pesar em seu bolso mais do que você imaginava.

Talvez seja o momento de trocar de carro por outra marca ou modelo que ofereça os mesmos benefícios.

  • Desemprego

Outro fator importante é, claro, o desemprego. As prestações podem nem ser tão altas, mas você vive numa economia insegura em que o tempo para se conseguir outro emprego é muito variável.

Se seu antigo salário fizer falta, não tem jeito. Vai precisar trocar seu carro por algum com prestação mais amiga.

Muito bem. Essas foram as dicas de nossos entrevistados para auxiliar você a identificar o momento adequado para trocar de carro. Há algumas outras quase óbvias:

  • Aumento da família
  • Batidas com amassamento quase irreparável
  • Sonho de possuir um carro com status mais destacável
  • Finalização do período de garantia total
  • Utilidades diferentes – sua profissão pode precisar de veículo mais potente

E você pode ter outras dicas. Relate para nós no campo de comentários. Nossos amigos e visitantes certamente vão ficar satisfeitos com suas informações.

 

Carros com IPVA atrasado podem ser apreendidos? Veja aqui

Hum… IPVA atrasado? Não se recrimine nem se critique. Muitos brasileiros acabam atrasando o pagamento do IPVA. E são muitos os motivos. Vão de simples esquecimento à falta de recursos mesmo (a gente espera, claro, que o seu caso seja esquecimento).

Muitos proprietários têm dúvidas diversas a respeito de IPVA atrasado:

  • É possível parcelar?
  • Os juros são altos?
  • Posso usar o veículo mesmo com IPVA atrasado?
  • E a dúvida que mais tira o sono: meu carro pode ser apreendido?

Nós vamos responder a suas dúvidas e as de nossos visitantes – algumas aqui; outras em outros textos. Porém, se você tiver alguma outra, pode deixar mensagem abaixo no campo “Comentários”. Ou enviar a dúvida diretamente para nossos e-mails.

Separamos as questões por tema para facilitar sua busca aqui.

Verificando IPVA Atrasado

Sou avisado sobre pagamento?

A partir deste ano, os órgãos competentes não enviarão aviso de pagamento. Portanto, você precisa ficar atento e ver abaixo como consultar. Desta forma, não vai entrar no rol que a gente comentou acima: dos esquecidos.

Como consultar meu IPVA?

Você pode consultar o IPVA atrasado ou não no site da própria Secretaria da Fazenda. Tenha em mão o número do Renavan e a placa do veículo.

Há outros sites para eu verificar?

Sim. Diversos, mas a gente sugere que sempre busque informações em ambientes confiáveis, como o nosso site, o site do Detran de seu estado ou da Secretaria da Fazenda (acima).

Consequências do não pagamento do IPVA atrasado

Consigo licenciar meu veículo com IPVA atrasado?

Não. Para manter autorização de rodagem de seu veículo, é preciso estar com IPVA em dia, bem como com outros débitos eventuais.

E se eu não pagar?

Importante: Veja abaixo a questão sobre apreensão de veículo.

O número de seu CPF (ou do proprietário) pode ser incluído no banco da Dívida Ativa. Isso acarreta transtornos no momento de adquirir empréstimos ou parcelar compras no mercado financiador.

Além disso, você não vai conseguir licenciar o veículo, como a gente disse acima. E, se precisar vender, a transferência não poderá ser realizada. E – você sabe – deixar o veículo em seu nome, mas sob responsabilidade de terceiros, é risco terrível.

E ainda começa a receber cartas de cobrança. Em algum momento, vai precisar pagar e, então, haja juros!

Posso rodar com meu carro com o IPVA atrasado?

Pode, mas sob riscos. A gente sugere de novo que veja abaixo a questão sobre apreensão de veículo.

É bastante arriscado dirigir veículo com esse imposto em atraso.

Parcelamento do IPVA atrasado

Eu consigo parcelar o valor em atraso?

Não. O débito deve ser quitado na íntegra.

Tem certeza de que não é possível parcelar?

Porém, há duas opções, uma diretamente nos órgãos oficiais; outra à parte deles:

  • PPD

O Programa de Parcelamento de Dívidas é instrumento oficial de alguns estados. Abrange diversas dívidas, incluindo IPVA. Entretanto, não é oferecido sempre. Assim, você precisa se informar se seu estado dispõe do programa.

  • Linha de crédito em bancos ou financiadoras

Nesse caso, você recolhe o IPVA atrasado integralmente perante a Secretaria da Fazenda de seu estado, mas paga parcelas mensais à instituição credora. Então, precisa atentar para as taxas de juros internos da instituição.

Apreensão de veículo com IPVA atrasado

Meu carro vai ser apreendido?

Segundo as normas de trânsito, não é exatamente o IPVA atrasado que provoca apreensão do veículo, mas o não licenciamento. Como você não consegue licenciar se o imposto estiver em atraso, então, a resposta é sim.

Portanto, indiretamente, o IPVA atrasado pode provocar apreensão de seu veículo.

E vai ser sempre assim?

Há projeto de Lei (3498/2015 do deputado Jhonatan de Jesus [PRB/RR]) que propõe separação entre o licenciamento e o IPVA. Porém, isso se mostrou impossível em função de normas internas dos órgãos oficiais.

Pensa-se, então, em oferecer prazo de 15 dias a 12 meses a partir da infração para regularização do pagamento. Nesse caso, o veículo não poderia ser removido por agentes de trânsito até o fim desse prazo.

O Projeto de Lei busca facilitar a vida principalmente de proprietários que usam o veículo para trabalho. Ainda, procura contemplar o caso de o licenciamento estar próximo da data de pagamento do IPVA, o que causa transtorno financeiro ao dono do veículo.

Mas atenção: ainda é Projeto de Lei, ou seja, não está em vigor..

Pagamento do IPVA atrasado

E qual é o procedimento para pagamento?

Se a unidade física do Detran de seu estado for acessível, é preferível que compareça a ela. Caso contrário, pague virtualmente.

  1. Entre no site do Detran de seu estado
  2. Busque no menu IPVA e, depois, Pagamento de IPVA. O sistema vai informar os atrasos
  3. Informe os dados solicitados: placa, Renavan ou outros
  4. O sistema sugerirá que você emita a GR – Guia de Recolhimento

A gente torce para que você não atrase o pagamento do IPVA e que tenha tirado suas dúvidas. Mas, se tiver mais alguma, envie uma mensagem ou informe sua dúvida no campo de Comentários.

A gente está aqui para isso mesmo.

 

Pagamento IPVA é necessário na transferência de carro?

Vai fazer transferência de carro para seu nome ou para o de um comprador? O momento da transferência de propriedade de um veículo requer diversas providências. Nós preparamos aqui uma série de perguntas para ajudar você nessa hora.

E não são perguntas apenas sobre a relação transferência-IPVA. Portanto, são questões abrangentes e importantes que envolvem toda essa operação. Aliás, operação que pode até ser chata, mas que representa maior segurança para você, tanto como comprador quanto como vendedor.

O que você vai ver nesta apresentação

  • Obrigatoriedade de pagamento do IPVA
  • Transferência é…
  • E se eu vender?
  • E se eu comprar?
  • E por que mesmo eu preciso transferir?
  • É bom transferir mesmo se o vendedor/comprador for amigo meu?

O que é realmente a transferência de carro?

Toda propriedade tem um proprietário, claro. Essa propriedade é atestada a partir de documentos reconhecidos por órgãos oficiais. Então, a transferência de veículo é nada mais nada menos que você informar oficialmente que seu carro pertence a outro dono.

Ou que o carro que antes era de outro dono agora é seu.

É na transferência que os certificados de Registro de Veículo – CRV e de Registro e Licenciamento do Veículo – CRLV são emitidos já em nome do novo proprietário.

Por que fazer a transferência de carro?

São muitas as razões para se transferir um automóvel de proprietário. E todas buscam oferecer segurança tanto para quem vendeu como para quem comprou.

Você vendeu?

  • Qualquer problema que ocorra com o veículo depois da transferência não é responsabilidade sua
  • Transferir a propriedade protege você de eventuais ações criminosas que envolvam o veículo. Você pode até vendido o carro para um amigo, para um vizinho. Esse veículo pode ser furtado. Se a propriedade estiver transferida, você não terá problemas
  • Multas e infrações, e consequentemente pontos negativos, não serão registrados em seu nome se a transferência tiver sido providenciada

Você comprou?

  • Problemas ocorridos antes da transferência não é sua responsabilidade
  • Eventuais ações criminosas anteriores terão causado menos problemas para você. Basta provar que a transferência se deu depois delas
  • Eventuais multas e infrações anteriores são responsabilidade do vendedor. Neste caso, sugerimos que você mantenha contato com o ex-proprietário por algum tempo depois da negociação. Vai ficar mais fácil localizá-lo se você receber notificações de multas

E o IPVA? Precisa estar pago?

Já tivemos chance de comentar sobre o parcelamento de pagamento do IPVA. A mesma Lei que facilitou o pagamento infelizmente produziu um gasto a mais para quem quer vender ou comprar um carro.

O ato da transferência da propriedade do veículo exige que o IPVA esteja integralmente pago. Dependendo da negociação que fizer com o vendedor/comprador, esse ônus pode recair sobre você.

E os outros tributos e taxas?

Aproveitando que a gente está aqui falando de transferência de propriedade, eis mais uma informação. Todas as multas, taxas, juros e qualquer outro valor precisam estar em dia no momento da transferência. Ou seja: é preciso que nenhuma dívida esteja registrada no cadastro do veículo negociado.

Bem, então é isso! Se pretende comprar ou vender um veículo, certifique-se de que o IPVA esteja pago a fim de proceder à transferência.

Tem outras dúvidas? Deixe ali embaixo, nos comentários. A gente vai ficar satisfeito de poder conversar sobre elas. E nossos visitantes ainda mais.

 

Parcelamento do IPVA é possível?

Proprietários de veículos têm muitas dúvidas e uma grande é sobre parcelamento do IPVA. Se você chegou a este texto, é porque já é proprietário de veículo e sabe que há muitos outros gastos com esse bem. Licenciamento, manutenção, combustível, impostos.

Você tem oportunidade para efetuar pagamentos parcelados dos muitos tipos de gastos. E o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotivos, o conhecido IPVA? É possível parcelar?

Seria realmente bom. Ou não. Todo começo de ano é verdadeiro suplício para bons pagadores. Há dívidas que vêm de todos os lados. Aqueles mais experientes já sabem se o melhor é parcelar ou não tais dívidas.

Vamos ver aqui se o parcelamento do IPVA é boa opção ou não. Lembramos que já tivemos chance de falar sobre parcelamento de IPVA atrasado. Não deixe de conferir e tirar suas dúvidas.

Parcelar ou não parcelar, eis a questão?

Bons economistas e conselheiros financeiros são unânimes ao sugerir que pagamento do IPVA à vista é sempre a melhor opção. E por muitas razões.

Tenho descontos no parcelamento do IPVA?

Não. Pelo contrário. Há juros no parcelamento do IPVA.

Você tem descontos ao pagar à vista. Apesar de o percentual variar de estado para estado, é bom atrativo, em especial se o valor do imposto for alto.

Por outro lado, há momentos em que as finanças estão apertadas e fica impossível pagar à vista. Normalmente, esses momentos são aqueles de início de ano, justo quando chega a notificação do imposto. Então, você vai precisar parcelar.

Todos os estados oferecem parcelamento?

Sim. Todos os estados já dispõem da opção de parcelamento e nós listamos abaixo os percentuais. Nem todos dão descontos no pagamento à vista, caso de Goiás e Santa Catarina, mas todos parcelam o pagamento.

Se você não dispuser de condições para pagar o valor total, como saber se …

…Parcelamento do IPVA é a melhor opção?

Comparando. Dá um pouquinho de trabalho, mas vale a pena. Assim, você vai pelo menos estar seguro se tomou a decisão correta.

  • Confirme o valor IPVA
  • Confirme o valor do desconto
  • Acesse o site do banco no qual você tem conta ou o de uma instituição financeira de sua confiança
  • Simule um empréstimo pessoal no valor total do IPVA
  • Compare o valor do desconto oferecido pelo órgão oficial com o total de juros que você vai pagar pelo empréstimo

Se a diferença não for muito alta para você, vale a pena usar essa estratégia. Digamos que o valor do desconto oferecido seja 100R$ e o valor dos juros seja 130R$. Ainda assim, segundo especialistas, vale a pena porque bancos e financiadoras dispõem programa de fidelidade ou sistemas de pagamento antecipado.

Assim, além de você ficar livre da dívida com o governo de seu estado, ainda pode receber uns pontinhos na força de seu relacionamento com o banco.

O parcelamento é feito diretamente nos órgãos oficiais de cada estado?

Como dissemos acima, a maioria dos estados deixa duas opções de pagamento: à vista ou parcelado. E você pode parcelar diretamente no balcão das unidades físicas de cada órgão. Por outro lado, muitos estados já oferecem essa possibilidade de forma virtual, em seus sites.

Verifique se seu estado é um deles.

Posso parcelar no cartão de crédito?

Vários estados, como SP e MG, já automatizaram suas unidades de arrecadação de impostos para aceitarem parcelamento por cartão de crédito. Consulte o órgão responsável em seu estado.

No caso de sinistro? Como fica?

Se você já optou por parcelar o pagamento do IPVA e seu veículo está segurado, convém averiguar perante a seguradora se a dívida vai interferir em caso de sinistro. Há diversas empresas de seguro que cobrem o sinistro somente se o veículo não estiver vinculado a nenhuma dívida, ainda que o pagamento das parcelas esteja em dia.

E se o sinistro ocorrer antes do vencimento do IPVA?

O IPVA deverá ser regularizado, pois o imposto é gerado já no primeiro dia do ano. As seguradoras tendem a se responsabilizar por custos de sinistros somente se a documento do veículo estiver em dia.

Quais estados dispõem de parcelamento do IPVA?

Como nosso site é visitado por amigos de todos os estados, listamos abaixo os percentuais de cada um a fim de facilitar a consulta por parte de quem precisar.

Veja:

 

Estado Desconto à vista Parcelamento
AC 10% 3x
AL 10% 6x
AM 10% 3x
AP 20% 8x
BA 10% 3x
CE 5% 4x
DF 5% 3x
ES 5% 2x
GO 3x
MA 10% 3x
MG 3% 3x
MS 15% 5x
MT 5% 3x
PA 5 a 15% 3x
PB 10% 3x
PE 5% 3x
PI 15% 3x
PR 3% 3x
RJ 3% 3x
RN 5% 3x
RS 3 a 15% 3x
RO 10% 3x
RR 10% 3x
SC 3x
SE 10% 3x
SP 3% 3x
TO 10% 4x

 

Bem, tiramos aqui suas dúvidas em relação ao parcelamento do IPVA. É possível que você ainda tenha outras. Envie-as para nós. Faça seu comentário ou mande por e-mail.

A gente está aqui para isso mesmo.

 

IPVA mais barato do Brasil – seu carro está na lista?

IPVA mais barato é uma das grandes preocupações de todos que vão adquirir um carro novo ou trocar o seu. Assim, todo mundo que tem um automóvel tem também uma certeza: IPVA. Junto com o prazer de possuir um carro vem a obrigação de efetuar pagamentos de impostos anuais sobre ele.

Você sabe como é feito o cálculo do valor? Sabia que os valores variam de veículo para veículo? Sabia também que os percentuais não são os mesmos para todos os estados do país? Sabe qual estado tem IPVA mais barato? E para onde vai o valor que você paga? E outra: sabia que há veículos isentos desse imposto?

Bem, estas questões a gente vai comentando nos muitos textos que vão ser publicados aqui. E se você tiver outras, pode deixar nos comentários ou enviar um e-mail para nossa equipe; ela vai ficar satisfeita em responder.

Por agora, a pergunta importante para você é …

Seu carro está na lista dos valores de IPVA mais barato?

Como a gente disse acima, o valor do IPVA varia de estado para estado porque esse imposto é estadual. Ou seja, as autoridades estaduais têm responsabilidade por cobrança e aplicação dos recursos arrecadados. Portanto, IPVA mais barato é questão de poder econômico regional.

O IPVA é calculado com base no valor venal do automóvel, que é o valor oficial de um carro (ou bem qualquer). É calculado por órgãos oficiais a partir de valores médios de mercado. A incumbência do levantamento perante o mercado vendedor de automóveis é da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – Fipe.

Agora, veja aqui a …

Lista de carros com IPVA mais barato

Como nosso site é visitado por todos os estados do país, optamos por aplicar o percentual médio entre eles. Assim, todos os nossos visitantes são devidamente atendidos.

Valor IPVA Veículo Observações
R$ 760 Renault Logan Authentique 1.0 2011 Modelo bastante procurado por conta do baixo valor do imposto em comparação ao nível de manutenção razoável e boa variedade de opcionais
R$ 760 Renault Logan Authentique 1.0 2011 Motor 1.0 flex com potência de até 77 cavalos torna esse modelo bastante querido
R$ 720 Ford Ka Class 1.0 2012 O motor 1.0 de cinco marchas é atrativo para esse modelo
R$ 488 Peugeot 206 Sensation 1.4 2006 A atração desse modelo, na relação IPVA-potência, é justamente o motor de 1.4 litro flex com até 82 cavalos. Oferece ainda desembaçador e limpador do vidro traseiro, volante com ajuste de altura, funções diversas na tela do painel central. Você pode encontrar unidades com direção hidráulica, ar-condicionado, vidros e travas elétricas
R$ 444 Chevrolet Celta Super 1.0 2p 2002 Como o Fiat Palio Young 1.0, há unidades no mercado que dispõem de cintos dianteiros com ajuste de altura, direção hidráulica, sistema de som, ar-condicionado, vidros e travas elétricas. Também tem motor 1.0 à gasolina até 60 cavalos
R$ 388 Fiat Palio Young 1.0 2p 2002 O motor 1.0 litro à gasolina e 61 cavalos possui cinco marchas, além de algumas unidades oferecerem freios ABS, airbag duplo, direção hidráulica, ar-condicionado
R$ 376 Volkswagen Gol Special 1.0 2p 2002 Esse modelo tem história no mercado e ainda atrai bastante interesse
R$ 376 Ford Fiesta Street 1.0 2p 2002 As demandas iniciais de produção desse modelo saíram com 1.0 com capacidade para até 65 cavalos e transmissão manual de cinco marchas. É procurado com frequência no mercado

 

Estamos atentos a diversos mercados, em especial ao de automóveis. Em nosso site você encontra as informações mais relevantes para que você tome decisões sempre baseadas em dados relevantes.

Tem alguma dúvida? Envie para nós! Ela pode ser também a dúvida de diversos outros clientes e visitantes que vêm aqui em busca de informações.